Câmara Municipal de Guaíra/Pr

FALE COM A CÂMARA (44) 3642-8550

ÚLTIMAS NOTÍCIAS /
 
VEREADOR FALA SOBRE POSSIBILIDADE DE ADOÇÃO DE IDEOLOGIA DE GÊNERO EM PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EM TODO O BRASIL.
 
18/06/2015

DSC_0172 (Copy)O vereador Osvaldino da Silveira falou sobre o Plano Municipal de Educação, e indagou sobre a inclusão da adoção da ideologia de gênero, disse ainda que isto não está incluído no projeto, entretanto a preocupação continua, pois cada vereador pode incluir este item através de uma emenda legislativa.

Osvaldino leu uma nota publicada pela diocese de Paranavaí destacando a mobilização das lideranças da Igreja no Paraná contra a adoção da Ideologia de gênero, a nota dizia: “Recentemente, após várias votações dos parlamentares brasileiros e contínuos protestos por parte da Igreja, de ativistas pró-família e cidadãos brasileiros de todos os estados, foram excluídos os pontos que introduziam a chamada “identidade de gênero ou ideologia de gênero” no Plano Nacional da Educação (PNE)”.

No entanto, precisamos nos mobilizar para que a mesma rejeição aconteça nos processos legislativos estadual e municipais.

O Estado do Paraná e seus 399 municípios devem aprovar seus Planos de Educação até dia 24 de junho.

Diante disso, precisamos, com urgência, atuando a dimensão profética de nossa fé, alertar os Deputados e Vereadores sobre o perigo da ideologia de gênero, a fim de que atuem com firmeza na rejeição desse ataque frontal à família.

A ideologia do gênero surge como uma antropologia alternativa, quer à judaico-cristã, quer à das culturas tradicionais não ocidentais.

Essa ideologia contrasta frontalmente com a antropologia cristão por opor-se à visão bíblica e cristã da pessoa e da sexualidade humana.

A ideologia extingue o conceito de sexo, de corpo sexuado, e no lugar desses conceitos adota a palavra “gênero”. A fé cristã nos ensina que a dimensão sexuada, a masculinidade ou feminilidade, é constitutiva da pessoa, é o seu modo de ser, não um simples atributo.

O vereador ainda leu um artigo de Dom Fernando Arêas Rifa, Bispo da Administração Apostólica Pessoal São João Maria Vianney no estado do Rio de Janeiro, o Artigo dizia:“Retirada do Plano Nacional de Educação no ano passado, a “Ideologia de Gênero” volta à carga de modo mais sutil: querem inserir essa perniciosa ideologia nos planos municipais e estaduais de educação. O MEC instrui as secretarias de educação de todos os municípios e Estados a inserir “gênero” e “orientação sexual” nos planos de educação, como critérios para a implementação de políticas educacionais”.

“Em muitos municípios, este processo está acontecendo sem a participação dos principais interessados, que são os pais e os educadores. A não participação da sociedade civil na escolha do modelo de educação fere o direito das famílias de definir as bases da educação que desejam oferecer a seus filhos”.

“As expressões “gênero” ou “orientação sexual” referem-se a uma ideologia que procura encobrir o fato de que os seres humanos se dividem em dois sexos. Segundo essa corrente ideológica, as diferenças entre homem e mulher, além das evidentes implicações anatômicas, não correspondem a uma natureza fixa, mas são resultado de uma construção social. Seguem o célebre aforismo de Simone de Beauvoir:

“Não se nasce mulher, fazem-na mulher”. Assim, sob o vocábulo “gênero”, é apresentada uma nova filosofia da sexualidade”.

“Negar a biologia e a psicologia é negar a ciência! A escola deve ter compromisso com a verdade, fomentando o conhecimento da realidade e não doutrinando os alunos com ideologias. O papel da educação deve ser o de fomentar o conhecimento da realidade, não a sua desconstrução, ou a neutralização das características psicológicas e biológicas dos meninos e das meninas”.

"Devemos ensinar os nossos filhos e alunos a respeitar as pessoas, independentemente do sexo, raça, condição social, etc., mas isso não quer dizer confundi-los com uma ideologia como essa. Na verdade, os que adotam o termo gênero não estão querendo combater a discriminação, mas sim “desconstruir” a família, o matrimônio e a maternidade e, deste modo, fomentam um “estilo de vida” que incentiva todas as formas de experimentação sexual desde a mais tenra idade”.

 
 Outras Notícias
» CÂMARA REALIZARÁ A PRIMEIRA SESSÃO ORDINÁRIA DE 2020
» ELEIÇÕES 2020 TERÃO NOVAS REGRAS. É PRECISO SE POLITIZAR!
» A CÂMARA MUNICIPAL DE GUAÍRA ESCLARECE BOATOS SOBRE PERSEGUIÇÃO À FUNCIONÁRIO
» MESA DIRETIVA 2020 TOMA POSSE SIMBÓLICA EM SESSÃO EXTRAORDINÁRIA
» ALGUNS DESTES PROJETOS AGUARDAM SANÇÃO PARA SE TORNAREM LEIS
» SAIBA O QUE FOI VOTADO NA ÚLTIMA SESSÃO EXTRAORDINÁRIA DO ANO
VER TODAS
 

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: SEGUNDA À SEXTA-FEIRA, DAS 7H30 ÀS 12H00 - 13H30 ÀS 17H00.

ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 18/02/2020 10:52:35

Câmara Municipal de Guaíra/Pr

  Praça João XXIII, 200, Centro - CEP 85980-000 - GUAIRA - Paraná

(44) 3642-8550

camara@camaraguaira.pr.gov.br