Câmara Municipal de Guaíra/Pr

ÚLTIMAS NOTÍCIAS /
 
Questão indígena é tema de pronunciamento
 
14/11/2014

O vereador Sandro Sabino Borges comentou sobre a invasão indígena no dia 04 de outubro na região da Vila Eletrosul em Guaíra. Ele afirmou ter se deparado com uma situação lastimável, e disse ter recebido uma carta enviada pela ONGIP trazendo relatos que não foram ditos pela mídia, diante dos fatos ocorridos naquela invasão.

Sandro leu um trecho da carta que dizia: “Já que uma parte da própria mídia e dos jornalistas de nossa região não sabe, ou não quiseram saber, esclarecemos não apenas pelo nosso interesse, mas pelo interesse de todos os brasileiros com a verdade dos fatos, o que aconteceu no dia 04/11/2014 em Guaíra. Desde já agradecemos aos bons jornalistas que com isenção noticiaram o ocorrido. Porém, antes seja lembrado que as regras básicas para se aplicar um golpe são: uma organização mínima, uma boa lábia, e ganhar a confiança das pessoas que se quer enganar/roubar. Agora, aos fatos. Esses indivíduos que se dizem “índios”, em Guaíra e Terra Roxa, estão nos dando um golpe há vários anos! Eles agem assim porque foram organizados por: militantes ligados a várias Ongs (nacionais e internacionais); por membros de partidos políticos de esquerda; por militantes de dentro das universidades públicas; e por membros “progressistas” de igrejas cristãs.”

Sandro prosseguiu com a leitura que dizia: “Na tentativa de invasão desta terça-feira, o indivíduo “cacique” Ilson Soares não largava do celular que tinha a mão, pois através desse recebia instruções de como organizar a baderna que eles próprios armaram ao invadir um terreno particular. Quebra-quebra que eles acertaram pelo Facebook dias antes. Estes indivíduos têm uma boa lábia. Sabem que a ideia de “defensores da mata” é muito bonita e convence alguns bobos e desavisados. Quem conhece a realidade destas invasões sabe que: a) eles mesmos derrubaram e queimaram as árvores preservadas nas áreas de conservação pelos agricultores; b) que o lote urbano invadido não era uma “mata” e tinha todas as autorizações da prefeitura para nele ser construído um condomínio popular, numa região carente da cidade. O bairro vai crescer menos; a expectativa por novas moradias se tornou em certeza de mais barracos; empregos deixarão de ser criados; o plano diretor de Guaíra fica mais uma vez a mercê de um bando de invasores!”

O vereador solicitou que a população guairense se informe mais sobre o assunto a fim de não tomar decisões e fazer comentários precipitados. Ele pediu união, para evitar uma tragédia.

Sandro continuou a leitura da carta. “Com base em algumas “reportagens” (em jornais, rádios e tv) sobre a confusão armada na terça-feira, muitos vão pensar que os errados da estória são os membros da comunidade de Guaíra, os quais se mobilizaram contra os abusos de um grupo que faz o que quer, quando quer e como quer! Eles sim são agressores, mal-intencionados e violentos. Os indivíduos que violam e invadem são descritos nestas “reportagens” como indefesos. Os cidadãos que se defendem, repudiados como opressores”.

Para Sandro, "quando foi criada esta lei de demarcação, se a população soubesse iria se manifestar, diante de tanta impunidade que acontece no Brasil. As pessoas passam a desafiar as leis. As leis são apenas para as pessoas que trabalham, os outros conseguem uma brecha para sair de seus problemas", desabafou.

Sandro finalizou reafirmando seu compromisso de lutas pelo interesse coletivo do município.

Clique aqui para ouvir pronunciamento completo.

DSC_0454

 
 Outras Notícias
» NOVA MESA DIRETIVA DA CÂMARA TOMA POSSE EM SOLENIDADE PRESTIGIADA
» POSSE DA NOVA MESA DIRETIVA E ELEIÇÃO DAS COMISSÕES PERMANENTES ESTÃO SENDO AGUARDADAS
» SOLENIDADE OFICIAL DE POSSE DA NOVA PRESIDENTE LÍGIA LUMI SUGA SERÁ NO PRÓXIMO DIA 15
» CÂMARA ENTRA EM RECESSO E APRESENTA BALANÇO DE 2018
» PROJETO DE LEI E DECRETO LEGISLATIVO FORAM APROVADOS POR UNANIMIDADE
» PROJETO DO EXECUTIVO PARA CRIAÇÃO DE DOTAÇÃO DE MAIS DE UM MILHÃO SERÁ VOTADO AMANHÃ
VER TODAS
 

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: SEGUNDA À SEXTA, DAS 7H30 ÀS 12H00 - 13H30 ÀS 17H00.

ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 16/01/2019 15:09:15

Câmara Municipal de Guaíra/Pr

Praça João XXIII, 200, Centro - CEP 85980-000 - GUAIRA - Paraná

Entre em Contato

(44) 3642-8550
camara@camaraguaira.pr.gov.br

Redes Sociais